• CASA DA MANUTENÇÃO CONSERTO AQUECEDOR RINNAI

MANUTENÇÃO DE BOILER A GÁS VAZANDO ? LIGUE 21 30480411 34765340 RIO DE JANEIRO E NITERÓI RJ

Boiler vazando água: E agora?

25 DE JULHO DE 2019ESCRITO POR IVAN BARION

Se você está lendo esse artigo é porque muito provavelmente seu boiler está vazando água. E o boiler vazando é aquele tipo de situação desesperadora onde ninguém sabe direito o que fazer e que levanta um monte de perguntas. O que eu faço? Tem conserto? É caro? Além das possíveis soluções, nesse artigo vamos explicar também as causas mais prováveis de vazamento em boiler. E também como evitar que isso ocorra. Índice

  • Boiler vazando: Tem conserto? 

  • Vazamento em conexões e tubulações

  • Vazamento no corpo do boiler


  • Boiler vazando: Causas!

  • 1. Final da vida útil do boiler

  • 2. Erro na instalação

  • 3. Qualidade da água 

  • 4. Pressão da água

  • 5. Maresia


  • Tempo de garantia

  • Boiler vazando: como evitar

  • A importância de se buscar marcas de qualidade

Boiler vazando: Tem conserto?  Com certeza você deve estar se perguntando se o vazamento no seu boiler tem conserto certo? Porém a resposta mais correta é que depende. Existem casos em que é sim possível fazer o reparo e casos em que não são muito recomendados. Vazamento em conexões e tubulações Se você encontrar o boiler vazando, a primeira ação que deve ser realizada é identificar o local exato de vazamento no equipamento. Se for identificado que o vazamento no boiler está ocorrendo na tubulação ou mesmo nas conexões é possível realizar o reparo. Mas recorrendo sempre a uma empresa com know how e expertise para realizar esse reparo. Vale ressaltar que se o vazamento estiver ocorrendo na conexão da resistência do boiler é possível fazer o conserto tranquilamente. Vazamento no corpo do boiler Já se o vazamento identificado for no corpo do reservatório térmico, apesar de existir a possibilidade de reparo não é algo recomendado de se fazer. Isso porque o revestimento do reservatório térmico é composto por aço inox ou cobre. Consequentemente qualquer furo ou perfuração encontrada no equipamento significa que o mesmo está contaminado, fragilizado e que existe grande chance de surgirem outros furos em pontos próximos. Então mesmo que seja feito o reparo do boiler com solda ou similar, é muito provável que em 2 ou 3 meses o problema volte a aparecer. Seja no mesmo ponto ou próximo dele. Ou seja, trata-se de uma solução temporária, que não resolve o problema definitivamente. Muitas empresas acabam cobrando de R$ 300,00 a R$ 500,00 para realizar esse tipo de reparo. Na prática é um péssimo custo-benefício. Afinal do que adianta pagar por um “reparo” que daqui a alguns poucos meses vai se mostrar ineficiente? Empresas sérias não fazem e não recomendam esse tipo de reparo no corpo do boiler, orientando sempre pela substituição do equipamento. São vários os casos de clientes que realizaram esse reparo e após alguns meses o boiler voltou a vazar. E não é incomum o novo vazamento surgir maior e mais forte. Isso pode causar um baita prejuízo não só pelo desperdício de água como móveis e partes da residência danificados por umidade. Independente de onde esteja ocorrendo o vazamento do boiler, é essencial entender as causas do problema para evitar que futuramente isso se repita. Nos próximos tópicos nós vamos explicar as causas que podem ocasionar vazamentos no boiler. Boiler vazando: Causas! Saber exatamente onde o boiler está vazando é importante, mas igualmente importante é saber o que causou esse vazamento. Sem saber a causa, você pode reparar ou substituir o boiler e em pouco tempo o novo equipamento apresentar o mesmo problema. Dependendo da causa isso pode inclusive comprometer a garantia de fábrica do produto. E o boiler não costuma ser um produto muito barato, então imagine o tamanho do prejuízo! 1. Final da vida útil do boiler A causa mais comum de um boiler furar é simplesmente o fim de sua vida útil. Como qualquer equipamento, o boiler possui uma vida útil. E essa vida útil pode variar bastante de acordo com seu tipo e utilização. Afinal temos uma infinidade de equipamentos diferentes, cada um com sua aplicação: boiler a gás, boiler solar, boiler elétrico, boiler de alta pressão, de baixa, etc… Mas no geral o boiler tem sua vida útil estimada de 10 a 15 anos. No entanto não é incomum encontrarmos equipamentos com mais de 20 ou 25 anos de utilização sem qualquer tipo de dano. Claro que nesse caso a qualidade do equipamento conta muito. O prazo mencionado de vida útil do equipamento é baseado em uma instalação feita de forma correta. Além da manutenção preventiva sendo realizada pelo menos uma vez ao ano na demanda residencial e semestralmente na demanda comercial. O fim da vida útil também vale para as tubulações da instalação do boiler. Por isso é importante fazer revisões periódicas na instalação. 2. Erro na instalação A instalação do boiler feita de maneira incorreta é um dos principais fatores que pode comprometer o funcionamento correto do equipamento. Justamente por isso é essencial procurar uma empresa séria, de credibilidade e com um histórico nesse tipo de serviço. Infelizmente não é incomum encontrarmos instalações feitas fora das normas técnicas vigentes, por empresas e profissionais não-capacitados. E os erros são diversos. Desde a instalação de um boiler atuando com uma pressão de água acima de seu limite de trabalho, passando por válvulas de segurança inexistentes ou mesmo um vaso de expansão não-calibrado. A instalação incorreta e/ou a ausência de qualquer item de segurança vai acabar comprometendo a vida útil do boiler e seu bom funcionamento. Dessa forma podendo ocasionar furos e vazamentos. 3. Qualidade da água  A água que vai alimentar o boiler também pode influenciar diretamente na incidência de furos e consequentes vazamentos no reservatório térmico. A água do poço por exemplo, não deve ser utilizada. Isso porque seu PH acaba criando uma reação química que pode corroer qualquer tipo de metal. Além do PH instável, ela possuí minério excessivo, sendo corrosivo tanto para o boiler quanto para a resistência. Quando solicitada uma garantia, assim como as normas de instalação a qualidade da água é um dos principais fatores que os fabricantes analisam. 4. Pressão da água A pressão dá água também é um fator possivelmente causador de danos no boiler. O boiler de baixa pressão é fabricado para trabalhar com pressões de no máximo 5 m.c.a. Enquanto o boiler de alta pressão suporta até 40 m.c.a. Infelizmente não é incomum vermos equipamentos trabalhando com água com pressão muito maior do que o suportado. Então o primeiro ponto é respeitar os limites dos equipamentos. Um caso bastante comum são boilers trabalhando com água direto da rua ao invés da água da caixa. O problema disso é que a água da rua tem uma oscilação de pressão muito grande dependendo do local onde você mora. E como dissemos agora há pouco, isso pode sim danificar o equipamento. O ideal é sempre trabalhar com uma pressão estável. É possível conseguir isso trabalhando com caixa d’água e pressurizadores. Em prédios residenciais também temos um efeito similar. Por norma de segurança em qualquer ponto de um prédio residencial a pressão da água não pode superar 40 m.c.a. Infelizmente na prática não é isso que encontramos. Seja por negligência de construtoras ou desconhecimento de quem cuida da manutenção do prédio muitas vezes temos pressões de 60, 70 m.c.a. 5. Maresia A maresia é um grande vilão dos reservatórios térmicos, pois ela acelera drasticamente o processo de oxidação do mesmo. Ela é um fenômeno presente nas cidades litorâneas. Este fenômeno é causado pela alta incidência de íons presentes na água do mar. Ao passo que uma vez transferidos para o ar e tornando-o ionizado, são capazes de reagir quimicamente com as partes metálicas dos reservatórios térmicos. Dessa forma resultando na oxidação prematura do mesmo. Embora a maior parte dos reservatórios sejam compostos por aço inox, material altamente resistente a oxidação, a maresia é bastante agressiva. Vale destacar que ela ataca pontos mais frágeis no material do boiler como pontos de soldas, além das tubulações em volta.  Dessa forma mesmo o aço inox sendo muito resistente à oxidação e corrosão, o excesso de corrosão pela salinização da maresia no equipamento acaba danificando diretamente o boiler. Tempo de garantia É muito raro que um boiler fure antes de 5 anos. Se isso acontecer é sinal que tem algo de errado. De qualquer forma, como existe exceção para quase tudo, em casos onde o reservatório térmico apresentar qualquer problema, caso o boiler ainda esteja em seu período de garantia, o fabricante vai analisar criteriosamente o equipamento para validar ou não a garantia do produto e sua consequente substituição. Essa análise vai levar em conta como esse boiler estava sendo utilizado. Assim como a qualidade da água, sua pressão de uso e também toda a sua instalação. Por exemplo, se for constatado que o boiler estava operando com uma pressão de água maior que a capacidade do equipamento, o fabricante suspenderá a garantia. Consequentemente o fabricante não dará a garantia do equipamento. Por isso é muito importante fazer a instalação e a assistência técnica do boiler apenas com empresas credenciadas e habilitadas para tal. Em muitos casos por questão de economia, muitas pessoas contratam profissionais não qualificados para realizar a instalação do boiler. E mesmo sendo alertadas de que isso pode ocasionar a perca da garantia e muitas dores de cabeça. Boiler vazando: como evitar Uma maneira de evitar esse tipo de situação é realizar a manutenção preventiva do boiler pelo menos uma vez ao ano. Trata-se de um procedimento importante para identificar problemas característicos, como por exemplo corrosão, desgaste acentuado ou mesmo possíveis vazamentos. Além disso, durante a manutenção preventiva é possível verificar a integridade do equipamento e dos sistemas de segurança. E isso vale para qualquer tipo de boiler: boiler solar, boiler elétrico ou boiler a gás. Também será feita a limpeza da água utilizada no boiler através da drenagem da água do reservatório térmico. Você pode conferir todos os detalhes sobre os procedimentos que são realizados na manutenção preventiva do boiler lendo um artigo específico sobre esse tema em nosso blog. A importância de se buscar marcas de qualidade É fundamental buscar marcas de qualidade no momento de escolher o boiler. Cada marca possui uma especificação do seu produto, mas via de regra é necessário sempre verificar o selo do Inmetro nos equipamentos. Dessa forma você assegura que adquiriu um boiler que passou por todos os testes de segurança necessários. Aqui na Aquecenorte nós trabalhamos com as respectivas marcas: Thermotini, Cumulus, Thermoset, Heliotek e Pró-sol. Cada marca possui uma variação do aço inox que compõe o revestimento do boiler. Esse é um dado importante que deve ser levantado no momento da compra. Isso porque é o componente que vai oferecer maior resistência a corrosão do equipamento. Fazendo o levantamento de informações com precisão e escolhendo uma marca de qualidade você minimiza as possibilidades de eventuais problemas com o equipamento. Com as orientações e escolhas corretas, você garante o máximo aproveitamento do equipamento. E consequentemente aproveita por muito mais tempo todos os seus benefícios!

0 visualização
  • Facebook Classic
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now